Aquisição e aprendizagem, qual a diferença?

“Language acquisition proceeds best when the input is not just comprehensible, but really interesting, even compelling; so interesting that you forget you are listening to or reading another language.” – Stephen Krashen, PhD

As palestras do linguista Stephen Krashen são sempre brilhantes e divertidas. Eu não me canso de assistir a um vídeo antigo em que ele apresenta duas aulas de alemão e descorre sobre a importância de prover fontes de informação compreensíveis no ensino de uma língua estrangeira.

Conhecido por suas pesquisas na área de aquisição e aprendizagem da linguagem (Language Acquisition), em 1975 Krashen concluiu que a aquisição é responsável pela fluência e o aprendizado pela exatidão, precisão, na língua. Ele foi além e disse que a insistência de alguns professores em corrigir erros o tempo todo tem pouco ou nenhum efeito na competência linguística do aluno e que memorização e repetição mecânica não produzem espontaneidade ao falar.

Abaixo, o vídeo das tão famosas e citadas aulas de alemão.

E agora, Krashen falando sobre sua teoria de aquisição da língua inglesa.

Cheers and happy teachings!