Qual o seu estilo de aprendizagem?

Quando identificamos o nosso estilo de aprendizagem, passamos a conhecer a maneira que usamos para entender e aprender algo novo. Cada pessoa tem um estilo próprio e único de aprender, o que muitas vezes pode ser a combinação de mais de um estilo.

Com isso em mente, professores podem propor atividades diferentes que incluam teatro, música, jogos ou dança para que o processo de aprendizagem se dê de forma mais eficaz e prazerosa.

De acordo com teóricos da Psicologia Educacional, foram identificadas oito formas de aprendizagem: cinestética ou de movimento, intrapessoal, interpessoal, verbal ou linguístico, matemático ou lógico, musical, visual ou espacial, e naturalista. Através de testes é possível identificar quais são os estilos dominantes e os secundários de cada aluno.

Depois de identificar o seu estilo, e antes de iniciar um novo curso, verifique se o seu futuro professor conhece e utiliza técnicas de ensino variadas que se adequem à sua forma de aprendizagem.

Cheers and good luck!

Inteligências-Múltiplas   Gardner's Multiple Intelligence

Brasileiros têm níveis de inglês baixo

Mais uma vez, pesquisa mostra que o nível de fluência em inglês dos profissionais brasileiros é muito baixo. Estamos atrás de vários países da América Latina e do grupamento BRICS, como Uruguai e China, respectivamente.

Cursos específicos e treinamentos sérios são fundamentais para que empresas multinacionais queiram continuar investindo no Brasil e para que nossos profissionais mostrem seu talento num mundo cada vez mais globalizado.

Nunca é tarde para começar.

Cheers!

The book is on the table

Como já foi divulgado, um dos maiores problemas que o Brasil deve enfrentar durante os grandes eventos internacionais que estão por vir – Copa do Mundo e Olimpíadas – é a falta de profissionais que falem inglês fluentemente. De acordo com o resultado de uma comparação do índice de proficiência em inglês realizada pela empresa de educação EF em 54 países, o nível do Brasil é muito baixo, ficando em 46˚ lugar.

Além dos profissionais, este problema também afeta os estudantes que querem participar do programa Ciências sem Fronteiras, custeado pelo governo federal. O CSF oferece bolsas de estudos no exterior nas áreas de ciências, tecnologia, engenharia e matemática (STEM). Porém, é preciso que os alunos comecem a se preparar o quanto antes para os exames de proficiência, como TOEFL e IELTS, para que sejam aceitos nas melhores universidades do mundo.

Portanto, para aqueles que precisam se comunicar fluentemente em inglês e avançar nos estudos ou na carreira, esta é a hora de procurar uma boa escola ou professor particular e mergulhar de cabeça nos estudos. Pergunte, informe-se, peça referências! Esta é a sua chance de brilhar.

Good luck!